Ministério da Cultura Brasil
quinta-feira, 20 de janeiro de 2011 RSS Cultura em Movimento Fale com o Ministério
« Voltar Imprimir

Difusão da Cultura

Conheça alguns projetos que receberam parecer favorável da CNIC para captar recursos

Os eventos de inauguração da exposição “Guerra e Paz”, do pintor brasileiro Cândido Portinari (1903-1962), a se realizarem nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, fazem parte da lista dos 613 projetos que, no início de dezembro, receberam parecer favorável à aprovação por parte da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC), em Brasília, durante a 183ª reunião.

No Rio, a exposição será inaugurada nesta terça-feira (21), no Theatro Municipal, com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do ministro da Cultura, Juca Ferreira, do presidente do Projeto Portinari, João Cândido Portinari (filho do artista plástico) e de vários cantores, bailarinos, cineastas e atores. Falta a definição das datas de inauguração nas cidades de São Paulo e Brasília. A Associação Cultural Cândido Portinari é a entidade proponente do projeto. Ela solicitou, para os trabalhos de inauguração de “Guerra e Paz”, o valor de R$ 1,1 milhão, tendo a CNIC autorizada a captação total dos recursos.

Todos os projetos que receberam parecer favorável da Comissão contemplam as mais diversas áreas, como Música, Artes Cênicas, Patrimônio Cultural, Audiovisual e Humanidades.

Durante o último encontro de 2010, a CNIC aprovou vários trabalhos como, por exemplo, os que têm o objetivo de promover a humanização na área da saúde.

Difusão da cultura

Segundo o secretário de Fomento e Incentivo à Cultura (Sefic) do Ministério da Cultura (MinC), Henilton Menezes, “cada um dos projetos contribui para o desenvolvimento do setor cultural em sua região, com o envolvimento de mão de obra local, movimentação da economia e difusão da cultura.”

A CNIC é um órgão consultivo que analisa e emite parecer favorável ou não aos projetos culturais que pleiteiam autorização para a captação de recursos, conforme a Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet, nº 8.313/91).

Para Henilton Menezes, este foi um ano de saldo bastante positivo, com a contribuição de todos da comissão para a gestão pública. “Tivemos a publicação de um novo regimento interno, a adoção de súmulas administrativas e a transmissão do áudio da sessão plenária, na busca da transparência de todo o processo”, assinalou o secretário.

Cultura e arte dentro de hospitais

A Associação Cultural Arte Despertar teve quatro projetos aprovados na 183ª reunião da CNIC, todos com foco na humanização em saúde. Um desses projetos chama-se “Arte e Cultura na Saúde da Santa Casa de Misericórdia”, em São Paulo, para o qual a proponente solicitou o valor de R$ 153,4 mil.

A Arte Despertar iniciou seus trabalhos em hospitais no ano de 1997, no Instituto do Coração (InCor). Em 2009, a instituição conquistou o Prêmio Cultura e Saúde, concedido pelo MinC e pelo Ministério da Saúde.

Os objetivos do “Arte Despertar” na Santa Casa são promover ações de valorização dos indivíduos que se encontram naquela instituição hospitalar paulista e ampliar as possibilidades de acesso e democratização da cultura em ambientes como UTI e locais onde se desenvolve, por exemplo, a quimioterapia, além das áreas de ortopedia, unidade cirúrgica e outros.

Segundo a presidente da Associação Arte Despertar, Regina Vidigal Guarita, o projeto será desenvolvido em parceria com o Comitê de Humanização da Santa Casa de São Paulo, responsável pela indicação das áreas com as maiores necessidades de ações de humanização com cultura e arte. Três linguagens serão utilizadas: música, artes visuais e literatura/contação de historias. De acordo com a instituição cultural, no prédio central a Santa Casa há 600 leitos.

Outros três projetos de mesmo foco receberam parecer favorável da CNIC: Diadema Arte e Cultura, Humanizando com Arte e Cultura o hospital Nossa Senhora de Lourdes e o Multiplicando Arte e Cultura no InCor.

Filme Audiodescrito

Um projeto curioso que também foi atendido pela Comissão Nacional de Incentivo à Cultura é o da criação do 1º Festival Nacional do Filme Audiodescrito. A ideia é que o evento seja realizado entre 21 e 24 de setembro de 2011, período em que haverá a exibição de paineis de produções cinematográficas audiodescritas, nas categorias longa, curta e documentário.

O projeto do festival foi proposto pela Mídia Acessível Produções Artísticas e Culturais e o objetivo é fomentar a indústria cinematográfica no sentido de estimular a realização da audiodescrição em todas as obras audiovisuais que vierem a ser produzidas. O valor solicitado pela empresa foi de R$ 287, 9 mil e a CNIC autorizou a captação total de recursos.

A audiodescrição é um recurso tecnológico que permite a inclusão de pessoas com deficiências visuais nas salas de cinema. A técnica consiste na tradução de imagens em palavras.

Cultura indígena

Da lista dos projetos aprovados pela CNIC, outro que também chama a atenção é o Festival Nacional da Cultura Indígena – Edição 2011, a se realizar na cidade litorânea de Bertioga (SP). O evento teve sua primeira edição em 2001, com o nome de Festa Nacional do Índio. Em sua 9ª edição, no ano de 2009, passou a receber o nome de Festival Nacional da Cultura Indígena. Para o próximo ano, é esperada a presença de dez etnias, cada uma com cerca de 40 indígenas. Serão realizadas apresentações artísticas, rodadas de debates, exposições e feiras de artesanato indígena.

Guerra e Paz

Os paineis “Guerra e Paz” voltam ao Brasil depois de mais de 50 anos para exposição e restauro. Cândido Portinari realizou seus dois últimos e maiores murais (14 metros de altura por 10 metros de largura) entre os anos de 1952 e 1956, após o governo brasileiro tê-los encomendado para presentear a sede da ONU, em Nova York.

Com a reforma a ser feita no edifício sede da Organização das Nações Unidas , entre 2010 e 2013, a instituição internacional entregou ao Projeto Portinari a guarda dos painéis, até agosto de 2013, período em que serão restaurados e expostos em cidades brasileiras e em vários locais do exterior.

Para mais informações sobre o inauguração dos paineis, clique aqui.

(Texto: Glaucia Ribeiro Lira, Comunicação Social/MinC)
(Fotos: Divulgação)

Compartilhe:
  • Digg
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • MySpace
  • TwitThis
  • email
  • LinkedIn

Participação do Leitor

max. 1000 caracteres



1 comentário