Ministério da Cultura Brasil
quarta-feira, 19 de janeiro de 2011 RSS Cultura em Movimento Fale com o Ministério
« Voltar Imprimir

A produção cultural do Brasil se encontra no Centro do Rio

O Globo, Segundo Caderno, em 18/11/2010

Shows, peças e exposições gratuitos estão na programação do “Brasilidade”

“TILL, a saga de um herói torto”, do grupo mineiro Galpão: dia 28

Luciana Martinez

De hoje a 2 de dezembro, o Centro do Rio será palco de um megaevento cultural que vai reunir 450 artistas de todo o Brasil: o “Brasilidade”, que trará à cidade shows, mostras de cinema, teatro, artes visuais, circo e dança – os espetáculos do festival Panorama foram incorporados ao evento. A série de apresentações acompanha a entrega da Ordem do Mérito Cultural (OMC), solenidade anual do Ministério da Cultura, que homenageia este ano o antropólogo Darcy Ribeiro.

Entre as atrações de música, nomes consagrados como Lenine, Arnaldo Antunes e Wilson das Neves convivem com os de artistas em ascensão como a paulista Céu, a paraense Gaby Amarantos e os baianos Letieres Leite e Orkestra Rumpillezz, que farão show no palco principal, na Lapa, no dia 30. Para os espetáculos teatrais, foram convidadas 17 companhias, entre elas o Grupo Galpão (MG), que apresenta no dia 28, também na Lapa, “Till, a saga de um herói torto”.

O diretor de artes cênicas da Funarte, Marcelo Bones, um dos responsáveis pela curadoria de teatro, circo e dança, diz que optou por espetáculos na rua para promover intervenções e atingir também o público de pedestres do Centro. 
- O conceito foi reunir espetáculos das cinco regiões do BRASIL, que tocassem na questão da formação do povo brasileiro. Assim, abordamos de maneiras diferentes o principal tema do discurso social de Darcy Ribeiro, o homenageado da OMC - explica Marcelo.

O evento será concentrado em três polos - Lapa, Cinelândia e Largo da Carioca - onde serão montados palcos ao ar livre. Mas a programação se estende a outros locais, como o Buraco do Lume, os arredores da Lapa e a Praça Quinze, além de centros culturais e instituições como a Escola de Cinema Darcy Ribeiro, o Museu de Arte Moderna (MAM) e o Palácio Gustavo Capanema. Com exceção dos espetáculos de dança, todos os eventos são gratuitos.

A curadoria de cinema selecionou 108 filmes, todos produzidos por países de língua portuguesa, que serão exibidos, entre outros, no Centro Cultural Justiça Federal, no Odeon e na Fundição Progresso ? esta terá uma mostra especial de animação.

No dia 2 de dezembro, a série de apresentações (cuja programação completa está em www.cultura.gov.br/brasilidade ) será encerrada com a entrega da Ordem do Mérito Cultural, no Teatro Municipal, com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do ministro da Cultura, Juca Ferreira. 

- Darcy é um dos brasileiros que mais pensaram a questão do desenvolvimento do país. Em torno de sua obra, é possível promover uma grande reflexão sobre a contribuição que podemos dar ao mundo. Está na hora de universalizarmos a nossa singularidade – afirma o ministro.

Artes visuais: instalação e fotos

A responsável pela área de artes visuais do evento, Micaela Neiva Moreira, explica que o objetivo é propor ações que estabeleçam relação com o trabalho de Darcy. Ela destaca duas atrações do “Brasilidade”: a instalação de Jum Nakao que será exibida no vão do MAM de 29 de novembro a 3 de dezembro e a exposição de fotografias “Olhar precioso de Darcy Ribeiro”, sobre as viagens do antropólogo pelas tribos indígenas, em cartaz de 22 de novembro a 30 de dezembro na Caixa Cultural. Além de mostras, também foram organizados lançamentos de livros e o 3º Fórum da Escola de Cinema Darcy Ribeiro.

Compartilhe:
  • Digg
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • MySpace
  • TwitThis
  • email
  • LinkedIn

Participação do Leitor

max. 1000 caracteres



1 comentário