Ministério da Cultura Brasil

Espetáculo musical encerra Circuito Interações Estéticas no Rio

O Circuito Interações Estéticas do Rio de Janeiro foi encerrado nesta quarta-feira, 15 de dezembro, com um show que reuniu poesia, música e intervenções visuais no pilotis do Palácio Gustavo Capanema, sede da Funarte. Nem mesmo a forte chuva que caiu na cidade afastou o público, que permaneceu no local até o fim do espetáculo. O poeta carioca Chacal abriu os trabalhos, recitando poesias, seguido por Ademir Assunção.
Depois foi a vez da cantora Beatriz Azevedo que, além de suas canções, declamou algumas de suas poesias. No palco, foram projetadas imagens do vídeo-arte criado pela artista Maria Cecília Luchesi, inspiradas nas músicas de Beatriz. Jorge Mautner fez uma participação especial no show da cantora.  “Foi muito legal. O público foi generoso e corajoso de ficar até o fim no meio daquela chuva”, afirmou Beatriz, que é contemplada de 2009 do Prêmio Interações Estéticas com o projeto Cabaré Virtual. “Acredito muito na ideia do Circuito, que proporciona o encontro de diferentes artistas, lugares e linguagens. Só isso já vale”, acrescentou. O show terminou com a apresentação do Grupo Manguerê, do Espírito Santo, e Marcio Bello, do projeto Tambores de Tocantins.


Participação do Leitor


Ministério da Cultura
Secretaria de Cidadania Cultural (SCC)
SCRS 502 Sul, Lotes 8 a 12, Bloco B,
Brasília-DF CEP: 70330-520