Ministério da Cultura Brasil

Cine Teatro Brasil termina temporada com homenagem ao diretor Antonio Pedro

O documentário “O Incrível Encontro”, de Júlio Calasso, foi exibido no final da tarde de ontem, 14 de dezembro, na Sala Sidney Miller do Palácio Gustavo Capanema, dentro da programação do Circuito Interações Estéticas. A película retrata o que aconteceu durante os 15 meses em que a montagem de “Electra” foi construída, entre 1999 e 2000, na Fundição Progresso, na Lapa, Rio. São retratadas festas, ensaios, apresentações mensais e mais de 150 pessoas em cena.

O diretor Júlio Calasso se disse honrado de terminar a segunda temporada do Cine Teatro no Circuito Interações Estéticas e disse que o documentário, que relata a montagem da peça sobre a história da cultura brasileira pela ótica popular, mostra “uma das primeiras grandes interações sociais, artísticas e estéticas, com 150 jovens na Fundição Progresso”.
Ele também comentou sobre a importância de se fazer o registro audiovisual das montagens de espetáculos. “A documentação da atividade teatral é fundamental para a sua memória. A natureza do teatro é efêmera, um momento único entre o ator e o espectador, e fazemos o registro com as câmeras sem grandes interferências neste processo”.

Homenagem

Após a exibição do documentário, foi prestada homenagem ao ator, diretor, dramaturgo e responsável pelo Centro Experimental Teatro Escola (CETE), Antonio Pedro Borges, com a presença de atores da montagem, além do diretor do Centro de Programas Integrados (Cepin) da Funarte, Tadeu di Pietro, o secretário de Cidadania Cultural do MinC, TT Catalão, o dramaturgo Chico de Assis e o coordenador artístico do Circuito Interações Estéticas, Alexandre Santini.

Antonio Pedro explicou que o título “O Incrível Encontro” representa os séculos de vários encontros ao longo da história brasileira. “Além disso, o maior “incrível” encontro se dá entre o ator e o espectador”, explicou. Para Tadeu di Pietro, o documentário é o resultado de muita paixão pela arte cênica, quando vários artistas protagonizaram uma “costura estética”.


Ministério da Cultura
Secretaria de Cidadania Cultural (SCC)
SCRS 502 Sul, Lotes 8 a 12, Bloco B,
Brasília-DF CEP: 70330-520